A simplicidade da Pureza!

  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • Instagram - Black Circle

                                                                              Quando ressoa esta palavra no meu coração, vem imediatamente à minha mente a imagem da água pura que corre apressada por rios, e ribeiros, para chegar ao seu destino, as grandes quedas de água em grandiosas cascatas, que cai em grandes abismos reconhecendo a sua humilde condição e pequenez, a água da chuva que cai de mansinho e penetra a terra fecundando-a, ou as gotas que brilham e parecem diamantes refletindo o sol, sobre as folhas das plantas ou então espelham o Céu em pequenas poças…

A beleza da criação sempre me mostrou a pura grandeza do Criador! A beleza da criação manifesta a pureza da realidade espiritual que nos envolve, pois, como diz S. Paulo: em Deus “vivemos, nos movemos e existimos” (cf. Act 17, 28). Precisamente são admiráveis as realidades eternas “escondidas” por detrás da imagem tão simples da água pura e cristalina…

As almas simples, que refletem a pureza, vivem neste mundo sem ser do mundo, com o olhar e o coração no destino eterno; de pequenas gotas de água se formam as grandes cascatas,… pois na nossa pequenez, e fragilidade, Deus quer realizar o seu sonho de santidade, que é único para cada um de nós,… a graça de Deus derrama-se sobre a alma, pouco a pouco, fecundando a sua forma de pensar, agir e até sentir; da mesma forma que pequenas gotas de água refletem o sol, também a alma que vive em pureza reflete a santidade de Deus, e o seu amor que nos purifica até ao mais íntimo. Que as nossas almas sejam cada vez mais de Deus, cada vez mais puras, de modo que sejamos espelho do Céu, já aqui na terra!

Não vos parece, por vezes, impossível viver estes ditames, mas na realidade é muito mais simples do que a aparência evidencia… Falar de Pureza é falar da Toda Pura, a Imaculada! Só Ela, que passou por este caminho nos pode ajudar a trilhá-lo, de olhos fitos no céu.

VIVER EM PUREZA, imitando Maria, é recolher-se nos seus braços e escutar o bater do seu coração, porque são “Bem-aventurados os puros de coração, porque verão a Deus!” (Mt 5, 8). VIVER EM PUREZA, imitando Maria, é ter a ternura das crianças e a prudência dos adultos. VIVER EM PUREZA, imitando Maria, é ter a simplicidade das virgens, a audácia dos missionários, a fortaleza dos mártires, a sabedoria dos doutores da Igreja. VIVER EM PUREZA, imitando Maria, é ser destemidos como os apóstolos e corajosos como os santos, sejam quais forem os obstáculos que tenhamos que ultrapassar, porque Deus «…nos escolheu, antes da criação do mundo, para sermos santos e irrepreensíveis, em caridade, na sua presença.»

VIVER EM PUREZA, é fazer vida a resposta de Maria «Eis a escrava do Senhor, faça-se em mim segundo a tua palavra» (Lc. 1,38). Deixando-nos trabalhar por Deus, como Ela, para ser amor acolhido, correspondido e partilhado, «…porque a Deus nada é impossível» (Lc. 1,37). Tudo é dom e tarefa!

Ousemos viver assim, pois nem Deus, nem a Virgem Imaculada, se deixam vencer em generosidade!

Irmã Maria Helena do Divino Espírito Santo, OIC